Preso ao sonho – o pedido de Ruthi

No outro dia, depois de passar por uma noite de pesadelos, o moço ao sair de casa chama dois irmãos para irem a um lago do outro lado do vilarejo. Chegando no lago, enquanto seus irmãos enchem os baldes com água para levar para casa, ele fica pensativo, coisas de adolescente. De repente, alguém grita por seu nome, era a Ruthi que se aproxima e muito simpática, inicia uma conversa com ele.


Preso ao Sonho - Inicio

Em um vilarejo morava um moço muito conhecido e querido por seus vizinhos. Era calmo e nunca se metia em confusão, era de fato um rapaz pacato. Ele morava com os pais e seus oito irmãos numa simples residência, mas que trazia-lhe boas lembranças.

O agricultor e os pássaros

Em uma comunidade distante da cidade vivia um agricultor muito feliz, que para ele não existia tempo ruim. Ele acordava com a natureza chamando-lhe; pássaros com melodias fascinantes; o cantar do galo garboso e os raios do Sol adentrando as flechas da porta fazendo do seu dia, o mais alegre de todos.


Brejo da Madre de Deus - PE


Brejo da Madre de Deus, um importante município no agreste pernambucano; tem a origem do seu nome em virtude de um acidente geográfico: um vale formado pelas serras da Prata, Estrago e Serra do Ponto. Abaixo um trecho do poema de Manoel Messias publicado Brejo da Madre de Deus


A visita na manhã de domingo

Certo dia, o jovem casal propôs mudar a rotina e, ao chegar na casa do casal mais velho, percebe algo muito estranho. A porta estava aberta e que, por isso, dava-se pra ouvir sussurros agonizantes de tristeza, cuja intensidade varavam as paredes do quarto harmônico.

A Senhora, o rapaz e a felicidade

Após aquele momento de ligação tão sublime e daquele amor tão belo; houve então a formalização do namoro. Perante os familiares da sua amada, o rapaz mesclava sentimentos que ia de medo, ansiedade e até de coragem, porém não houve tempo de ação, logo foi antecipado pelo pai da jovem, que o questionou sobre suas intenções de compromisso naquele namoro.